Pesquisa personalizada

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Mulheres que jogam na Internet fazem mais sexo!


O Jogo Online não é uma actividade só para homens, assim como todo o universo electrónico e informático, e há cada vez mais mulheres a jogar na Internet sem deixar que isso traga desvantagens, ou implique mudanças negativas no quotidiano da sua vida, dita, “real”… muito pelo contrário, sociabilizam mais, fazem mais sexo, mais exercício… e são felizes!


O estudo foi levado a cabo em Outubro, pela empresa de pesquisa Harris Interactive , em nome do site de jogosGame House , uma divisão da RealNetworks , e realizado a mais de 2.000 adultos, da América do Norte.
Os resultados foram bastante interessantes, indicando que, entre os jogadores online, 55% são mulheres e 45% são homens. A maioria das mulheres, 36%, tem entre 18 e 34 anos, 20% tem entre 35 e 44 anos, 21% tem entre 45 e 54 anos, e mulheres com mais de 55 anos ocupam 22% do gráfico. Ainda a maioria das mulheres que jogam online, 35% do total, reside na zona sul dos USA.
E estudo indica também que, contrapondo jogadoras online com as que jogam offline, das primeiras 42% socializam uma vez por dia em pessoa, ao contrário de 31% das segundas. As primeiras também têm uma grande maioria, 86%, que socializam nas redes sociais, ao contrário das jogadoras offline.



Os relacionamentos parecem não ficar afectados, uma vez que 64% das jogadoras são casadas ou vivem com o parceiro, já 22% nunca se casaram e 14% são divorciadas, separadas ou viúvas. Ainda assim, 7 em cada 10 estão felizes com a sua relação.



O estudo indica também que as jogadoras online são as que mais sexo fazem, com uma percentagem de 57% contra 52% das jogadoras offline. Das jogadoras online, 38% admite ter relações sexuais pelo menos uma vez por semana, e das jogadoras offline esse número desce para 34%.
Relativamente a lazer e entretenimento, 74% das jogadoras online e 71% das jogadoras offline vêem TV. Já na prática de desporto e exercício físico, o número desce, ainda sendo superior nas jogadoras online 38%, sendo 34% das jogadoras offine que praticam essa actividade.

No que toca à verdadeira motivação que leva as jogadoras online a jogar, os números indicam que:

61% Fazem-no para aliviar o stress;
58% Fazem-no para aliviar o tédio;
58% Fazem-no para descansar a mente;
16% Fazem-no para se ligar a outras pessoas.




Relativamente à felicidade, o estudo demonstra que os jogos online tornam a maioria, 55%, das jogadoras felizes. Por sua vez, 50% admite que os jogos também as tornam inteligentes.





O estudo demonstra que ha mães também a jogar online, e 38% delas têm filhos com menos de 18 anos. Por sua vez esse número baixa para 28% quando se trata de mãos jogadoras offline.
Ainda de referir que 61% das jogadoras online tem por costume jogar entre as 20h e as 23:59h.
Em comentário à pesquisa, Matt Hulett, Chief Gamer da GameHouse, refere “Se todos deixássemos de ver um pouco menos de TV e jogássemos mais jogos online, talvez fizéssemos um pouco mais de sexo.” 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...