Pesquisa personalizada

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Lista dos 25 mais ricos de Portugal


Fortuna dos 25 mais ricos de Portugal volta a subir depois de três anos a recuar, de acordo com a revista "Exame". Américo Amorim continua a ter o maior património, no valor de 2,6 mil milhões de euros.

Alexandre Soares dos Santos, “chairman” da Jerónimo Martins, que detém o Pingo Doce, viu a sua fortuna aumentar quase 90% em apenas um ano. O suficiente para superar Belmiro de Azevedo, dono da Sonae, a detentora do Continente, como o segundo homem mais rico de Portugal, de acordo com o “ranking” dos 25 mais ricos de Portugal em 2011, realizado pela revista “Exame”.

A classificação continua a ser liderada por Américo Amorim. Como é um hábito há já quatro anos consecutivo. Em 2011, a sua fortuna subiu 18,2% em relação ao ano passado e chegou aos 2,6 mil milhões de euros.  



O segundo lugar passou, então, a ser de Soares dos Santos. No ano passado, a sua fortuna era de mil milhões de euros. Quase que a conseguiu duplicar em 2011 para 1,9 mil milhões. A "Exame" refere que, em 2004, a fortuna era de 330 milhões de euros. Ou seja, desde aí, quase que conseguiu multiplicar o seu património por seis.

Já Belmiro de Azevedo deslizou no “ranking” da “Exame”. No ano passado, tinha perdido dinheiro mas conseguiu ficar na segunda posição. Este ano, até aumentou a sua fortuna em 1%, mas os 1,3 mil milhões de euros que possui não foram suficientes para impedir a queda para terceiro mais rico de Portugal.

As quarta e quinta maiores fortunas nacionais são as da Família Guimarães de Mello  (com mil milhões de euros) e as da família Alves Ribeiro (780 milhões de euros), respectivamente.

De saída da lista dos 10 mais ricos está Joe Berardo, que perdeu fortuna. O ano passado registou 589 milhões de euros. Em 2011, o 10º mais rico tem 551 milhões, logo o património do madeirense tem agora de ser inferior a este valor.


Mais ricos voltam a estar mais ricos depois de três anos a perder fortuna

Em termos globais, a fortuna dos 25 mais ricos de Portugal aumentou em 2011. O que não acontecia desde 2007- quando a fortuna total chegou a 20,6 mil milhões de euros.

O património tem vindo a descer desde o ano seguinte. Em 2010, este grupo de 25 fortunas somava 14,7 mil milhões de euros. Este ano, a importância subiu 17,8% e chegou aos 17,4 milhões de euros. Valor que equivale a 10,1% do PIB nacional. Ainda assim, inferior ao montante de 2007.

Revela a “Exame” que, em tempos de crise em Portugal, o valor do presente ano foi influenciado pela valorização das participações que Américo Amorim tem na Corticeira Amorim e na Galp Energia e também que Soares dos Santos tem na Jerónimo Martins.  


Os 10 mais ricos

1º Américo Amorim: 2587,2 milhões de euros 

2º Alexandre Soares dos Santos: 1917,4 milhões de euros

3º Belmiro de Azevedo: 1297,6 milhões de euros

4º Família Guimarães de Mello: 1006,6 milhões de euros

5º Família Alves Ribeiro: 779,7 milhões de euros

6º Perpétua Bordalo da Silva e Luís Silva: 679,7 milhões de euros

7º Rita Celeste Violas e Sá, Manuel Violas: 650,6 milhões de euros

8º Maria do Carmo Moniz Galvão Espírito Santo: 645,8 milhões de euros

9º Família Cunha José de Mello: 638 milhões de euros

10º António da Silva Rodrigues: 551 milhões de euros

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...